Traduzir o Blog de Lucia Barros

segunda-feira, 13 de maio de 2019

Espirito Santo.





Espirito Santo.

Tocam os sinos das igrejas e os povos conduzem-se aos templos.
Aonde sentem de ir... pela escolha de seus corações...
Depois de um dia vivido: Toda Nação.
Em suas tarefas em suas vivencias diárias...
Que só condizem, a cada um, os seus próprios feitos.
Que colhem ao final da tarde de seus projetar e pensamentos...
Movidos em seus físicos, toda forma de acolhimento.
Que as suas almas o levaram aos seus destinos contínuos...
Ainda que que bem ainda que mal há vidas.
E nada em oculto porque vai se fazendo no descoberto;
Diante a sociedade que todos em imperfeição se locomovem
E se cruzam, em seus caminhos, deixando os seus passos
Os seus toques de mãos e os seus olhos fixos
E nas suas memórias deixadas ainda que partindo...
O observador espirito profundo consolador e acolhedor.
A! Vidas formadas desde os ventres maternos...
Providas da semelhança maior para a fortaleza
Para confirmação das suas missões...
Ainda que não e ainda que sim.
Porque no final de cada meta
Se confirmará seus propósitos...
Sobre os que se transformarão; pela regeneração.
Para que possa se valer o amor
Sobre toda a humanidade
E sobre os plantios as colheitas.
Assim, separarão para si:
O prospero e abundante; o espiritual em seu ser
Diante os olhos de quem deixou acesa;
A luz que desde o começo da criação
Se fez em luz... Luz, resplandecente luz
Espirito Santo.
Lucia Barros.
poetaluciabarros@gmail.com


Na sua forma: Menor existente.

Não há perfeição para nenhuma pessoa na face da terra
Para julgar o outro ser da forma que acham estarem, certos
Pois a imperfeição, mora no templo de cada um ser.
No entanto haverá a regeneração para todos os seres;
Na sua forma: Menor existente.

Lucia Barros.
poetaluciabarros@gmail.com
(Todos os direitos reservados.).
Exceto a imagem do Google.

Nenhum comentário:

Postar um comentário