sexta-feira, 18 de setembro de 2015

Na saudade de outrora

Feliz dia das mães, mãe e mães queridas...

Desejando bênçãos sem fim.

Todos os dias são os dias das mães
Pois, nos dedicamos a amar...
Um amor incondicional,
Protetor, defensor dos filhos nossos...
Abraçador de corpo e alma.
Que nos garantem sermos as mães
Completas de paz e felicidades,
No interior e exterior de nós mesmas.


Dedicadas sim, com a pura verdade
De amar os filhos da nossa vida
Sem tempo para esquecer
Seja na dor, nas alegrias...
Desejamos o melhor.
Somos mães, somos assim...
Desejando bênçãos sem fim.


Poeta Lucia Barros.

Na saudade de outrora

Na saudade de outrora
Tem amor que a gente guarda
Comemorando na alegria da alma
Felicidades de tantas auroras...
Até, sentir na menina dos olhos
Lacrimejar como agora.

Família é sangue
Que bom nos seria
Que a distância
Não nos separassem
E um do outro
Jamais, precisássemos
Irmos embora.

Mais a vida tem sempre
Uma nova história...
Carregada de lembranças
Para as gerações, vindouras...
Que brotam das memórias.

Direitos reservados a: Poeta Lucia Barros.

Maria Lucia de Barros Gomes