Traduzir o Blog de Lucia Barros

segunda-feira, 13 de maio de 2019

Espirito Santo.





Espirito Santo.

Tocam os sinos das igrejas e os povos conduzem-se aos templos.
Aonde sentem de ir... pela escolha de seus corações...
Depois de um dia vivido: Toda Nação.
Em suas tarefas em suas vivencias diárias...
Que só condizem, a cada um, os seus próprios feitos.
Que colhem ao final da tarde de seus projetar e pensamentos...
Movidos em seus físicos, toda forma de acolhimento.
Que as suas almas o levaram aos seus destinos contínuos...
Ainda que que bem ainda que mal há vidas.
E nada em oculto porque vai se fazendo no descoberto;
Diante a sociedade que todos em imperfeição se locomovem
E se cruzam, em seus caminhos, deixando os seus passos
Os seus toques de mãos e os seus olhos fixos
E nas suas memórias deixadas ainda que partindo...
O observador espirito profundo consolador e acolhedor.
A! Vidas formadas desde os ventres maternos...
Providas da semelhança maior para a fortaleza
Para confirmação das suas missões...
Ainda que não e ainda que sim.
Porque no final de cada meta
Se confirmará seus propósitos...
Sobre os que se transformarão; pela regeneração.
Para que possa se valer o amor
Sobre toda a humanidade
E sobre os plantios as colheitas.
Assim, separarão para si:
O prospero e abundante; o espiritual em seu ser
Diante os olhos de quem deixou acesa;
A luz que desde o começo da criação
Se fez em luz... Luz, resplandecente luz
Espirito Santo.
Lucia Barros.
poetaluciabarros@gmail.com


Na sua forma: Menor existente.

Não há perfeição para nenhuma pessoa na face da terra
Para julgar o outro ser da forma que acham estarem, certos
Pois a imperfeição, mora no templo de cada um ser.
No entanto haverá a regeneração para todos os seres;
Na sua forma: Menor existente.

Lucia Barros.
poetaluciabarros@gmail.com
(Todos os direitos reservados.).
Exceto a imagem do Google.

quarta-feira, 27 de março de 2019

Tempo:




Tempo:

A vida é assim, a gente vai dando contorno ao tempo
E vivendo o agora, porque ele vai proporcionando; oportunidades.
O tempo vai nascendo todos os dias, quem diz sim ou não, somos nós.

Lucia Barros.
poetaluciabarros@gmail.com



sexta-feira, 15 de março de 2019

Origens de amor:






Origens de amor:
PH: Maria Lucia de Barros.

Ano:2019

Foi chegando ao desconhecido e distante
Que amigável, em seu pensamento, puro
E provido de carinho afável com amor
Acheguei-me, mesmo que, por imagens,
Nas minhas origens e aos meus cantos
Os mais belos, suaves d’ m” alma
Minha alma, alma minha.

quarta-feira, 13 de março de 2019

Um, amor, longo sem fim.




Um amor, longo, sem fim.
Ano: 2019

Olhar caminhante de direção para direção
Direção dos corpos, encontro dos semblantes
Encontro das faces, nas faces.
Ainda que as vezes se esquivando
Querendo, mas fugindo, mas envoltos
Nos mesmos desejos da carne.

Somos nós, aonde dois corpos
Querem ser, os dois, um só ser.
Não amantes, mas os amores...
Não amigos, mas enamorados...
Querendo, beijos e querendo os abraços
Completos, sempre unidos e apaixonados.

sábado, 9 de março de 2019

Que o amor seja infindo.


Que o amor seja infindo.
Ano: 2019.
Que, ares bons, tome conta dos nossos pensares...
Que a paciência não nos deixe a aflição ganhar poder.
E, que a menina dos nossos olhos, enxergue e bonito
Tudo o que de Deus nos é preparado...

Que não nos consuma o desespero.
E ganhe força a acalmaria...
Que os afagos, superabunde, o abraçar
De nossas próprias almas...
Que nos sustenta o corpo e o espírito
Para o vivificado e fortalecido.
Que a novidade, cresça a cada instante.
Em harmonia e conjunção de alegrias.
E com as ausência das permanências
Possamos, nos sentires, ainda protegidos.
Sem os vazios e sem as quimeras
Porque as vidas...
São o maior sentido.
Porque Deus continua na frente
Na paz e na união...
Dos corações, que vivem, contigo.
Os sonhos, que permaneçam para nós
E as realizações em vitórias, prossigam
Que o amor seja infindo.
Lucia Barros.
poetaluciabarros@gmail.com
(Todos os direitos reservados.).

quarta-feira, 6 de março de 2019

A vida é doce, quando nós abraços, as causas de bom coração:



A vida é doce, quando nós abraços, as causas de bom coração:


A vida é doce, quando nós abraços, as causas de bom coração:
Que nos transfere a nós mesmos; alegrias, paz, amor e união, mas o mundo inteiro, precisa muito mais de aceitar em si, tudo isto. Precisa-se, pois, de entrega de corpo, alma, espirito e em verdade. 
Mas muitos se esquecem e se perdem pelo egoísmo, ego absurdo e para viver, todos os dias o gosto dá vitória.... Há de se manter a caridade em abundância e acima de tudo a verdade no interior e o exterior de nós com bondade.

Lucia Barros.
poetaluciabarros@gmail.com



Oração a Deus por todos nós: (Dia 6 de Março: Dia da Oração).




Oração a Deus por todos nós:
(Dia 6 de Março: Dia da Oração).


A noite chegou bela, porque se faz bela, aos olhos dos que sabem enxergar com gratidão, por mais um dia vida. Que possamos nos colocar em oração com as faces envolta em profundo espirito e cheios da graça de Deus, que nos mantém a cada dia na sua perfeita caminhada harmônica, na qual podemos, escolher os caminhos que devemos seguir.
Porque a vida só depende das nossas escolhas e das nossas atitudes, nosso caráter, aonde a mudança e a forma no qual vamos reagir. Então que Deus hoje nesta noite possa receber, nossos pedidos de perdão, a nossa gratidão e oração. 
Até mesmo, porque ele sabe tudo o que desejamos, mesmo antes de pedir a ele: 
“O todo Poderoso EU SOU”.
Ele nos enxerga a todo momento e nada fica em oculto diante os seus olhos...Então dialogamos com ele, porque ele vive e enxerga a todos os seus filhos...
Que as nossas famílias, possam ser abençoadas, que os nossos filhos que nos concedeu; “O SENHOR” para que os instrua mesmo as vezes não sendo muitas coisas perfeitas por que somos todos iméritos, aprendendo a cada momento da vida como devíamos realmente de sermos, num bocadinho de coisas, pois somos todos filhos, pais e mães de algumas formas mesmo ainda até que estéreis, porque sempre vamos disponibilizar amor, proteção e cuidados a alguém próximo. Então, sejam amparados e protegidos e dignos das misericórdias celestiais.
Que possamos acordar e sempre ver o dia, o entardecer e o anoitecer com amor e paz continua e que sejamos livres de todos os males em nome de Jesus.
Que sejam abençoados os idosos, as crianças, os enfermos sejam curados de suas chagas e consolados os que estão em leito de dores. Amparados sejam os que buscam proteção divina e proteção da humanidade e ao seu redor encontrem amigos; sinceros e capazes de serem abençoadores, tanto para si, como para os que precisarem.
Que encham-se as nossas botijas e sejamos prósperos. Assim diz a palavra: Pedi o que quiseres estando nele ele nos concederá. 
Que os inocentes e julgados injustamente, vejam: a justiça maior e de forma justa e com providências urgentes na seriedade, para serem inocentados de suas causas injustas.
Que a força de Deus caminha conosco, por onde formos e que seu poder, superabunde a nossa frente e com seus anjos acampados ao nosso redor.
Que os nossos fardos em tempos difíceis se tornam leves e que possamos vencer as aprovações, os impedimentos sejam desfeitos, os inimigos se convertam e vivam as suas vidas procurando a redenção, antes que tarde. Que possamos ver os nossos sonhos pela vontade maior de Deus vindos como o melhor presente agradável. 
E que sejamos vida em luz e harmonia para que possamos enxergar, com os olhos divinais, as boas obras, que possamos mantê-las e expandindo, com todo amor e toda caridade em conjunção Universal para a glória de Deus.
Porque Deus que tudo faz, e tudo vê, alegra-se pelo bem, com o bem, para as confirmações das nossas alegrias e vitórias. Amém.

Lucia Barros.
poetaluciabarros@gmail.com




terça-feira, 5 de março de 2019

De tanto grande amar.




De tanto grande amar.
Poetisa: Lucia Barros.
Ano: 2019.

Queríamos os abraços e beijos
Queríamos as mãos dadas...
Queríamos, compreensão, satisfação
Satisfação de vida feliz...
De amor, paixão e paz.
Amávamos os sarais, frases e prosas
Ao desejar, cantigas, sobre a natureza
Com o gosto de nadar sobre as águas doces
E viajar para o tempo das águas salgadas
Num mar de tanto amar.
E voltávamos para o mesmo lugar
Olhávamos para o infindável amor
E sem desistência, nos, cantávamos.
Proporcionávamos as felicidades
De sermos, os felizes, em nossas;
“Almas d’alma” almas únicas”.
Que de tão dóceis
Querias tu, querias eu.
Fomos e somos tenros
De um amor d’um jeito
De tanto grande amar.
Lucia Barros.

poetaluciabarros@gmail.com
(Todos os direitos Reservados.).
Blog Oficial Lucia Barros.


Maravilha, um pouco de romance no ar...
Para os enamorados do doce dia.❤️😘🎻

sábado, 16 de fevereiro de 2019

Frase do dia:




Frase do dia:
Na pior verdade para mim, ainda prefiro 
E que verdadeiro, seja o abraço e fiel a presença.
Que aí eu sei, que estou me dando, com a pessoa certa.

Lucia Barros.
poetaluciabarros@gmail.com

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2019

A chuva, vai cair, novamente.





A chuva, vai cair, novamente.

Ano: 2019.

As nuvens estão cinzas escuras
E a chuva, vai cair, novamente.
O mormaço, toma conta da terra
As aves se protegem na natureza
Com os trovões abalando no céu.
Escondendo-se vão os animais.
Felizes, ficam, os seres humanos
Que esperam o frescor do ar.
Lucia Barros.





sábado, 9 de fevereiro de 2019

E o sonho desperta:



Ano: 2019

A cada dia, uma nova caminhada e ainda que as lutas fazem voltas,

há paz com amor a cada vinte e quatro horas.

E o sonho desperta: com as conquistas na graça e vitória. 

Lucia Barros.
poetaluciabarros@gmail.com




segunda-feira, 4 de fevereiro de 2019

Ao sairmos pelas portas abertas:




Ao sairmos pelas portas abertas:

Maria Lucia de Barros.

Ano: 2019.

Ao sairmos pelas portas abertas: devemos sempre pensar o que iremos fazer, porque a memória vai produzindo em adrenalina sobre as nossas escolhas várias, entre o sim e o não.
Os pensamentos tornam-se fixos até a hora da confirmação de todos os nossos atos, sejam os pensamentos; bons ou ruins que desta forma, não nos bastam apenas os pensares, que nos tomam de forma rápida e incontrolável.
Devendo a nós mesmos não somente o pensar, porque o pensar nos leva ao agir e as nossas atitudes, demonstram nosso caráter e que sobre o caráter, devemos vigiar sobre nós mesmos diariamente para não agirmos simplesmente por orgulho, avareza ou vingança, com vaidades absurdas e vãs.

quarta-feira, 16 de janeiro de 2019

A felicidade se colhe: acolhendo.


Blog Lucia Barros: Poesia inspiração DO CORAÇÃO. Poemas amor Infindável.

A felicidade se colhe: acolhendo.

Maria Lucia de Barros.
Ano de 2019.

A felicidade se colhe: acolhendo.

Suponhamos que possuímos uma canoa e precisamos preenche-la com o que se faz benção e vitória.
E assim preenche-la com a companhia escolhida, mas há um impedimento, que atrasa e que impedi a entrada para partir diante o rio que é largo e bonito e que se faria dividir; o remar em conjunção, mas porque simplesmente, achariam que o que é para ser, não o pode ser por mera possessão ou intromissão.
Largaríamos por falta de encorajamento e indecisão? Melhor seria levar a felicidade companheira e remando até o ponto de chegada, para fazer merecer a alma, em grande amplidão, satisfazendo o desejo do coração.
A felicidade se colhe: acolhendo.
Lucia Barros.
poetaluciabarros@gmail.com

É a vida para ser vivida.




Blog Lucia Barros: Poesia inspiração DO CORAÇÃO. Poemas Amor Infindável.

É a vida para ser vivida:

Viver.

Maria Lucia de Barros.
Ano de 2019.

É a vida para ser vivida: com o bem que preenche a alma em liberdade...Há momento para tudo, há momento de viver e viver é bom, todos dias.... Diante o que concerne o coração. Pois a vida passa de maneira tão rápida e não é bom deixar o amanhã cobrar: o que desencorajamento, não permitiu, diante o que poderia ser a solução.
A solução para a garantia de um futuro certo, abençoado e produtivo de abundancias de viver com o amor a paz e união. 
Lucia Barros.
poetaluciabarros@gmail.com.

O presente para a vida: O momento presente, porque o futuro muitas vezes é incerto e somente a nós, nos cabe a decisão.

segunda-feira, 17 de dezembro de 2018

O sol se faz poesia.






Poema: Lucia Barros Barros
poetaluciabarros@gmail.com
Foto: Fabio Werneck e Raquell Barros.
Campo de Girassol em Holambra.
(Todos os direitos reservados.)



Quem ama.


Semear:


Vivificam na nossa memória.


A simplicidade dos ares na vida:


Transformando a vida.