terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

Sono.





Sono.

Adormecer.


26/2/2017

PH: Maria Lucia de Barros Gomes.

Pois, havia uma Luz divina que nos velava o sono
Clareando os nossos sonhos...
 Enquanto nos fazíamos, adormecer.
                                                              Lucia Barros.

“Elevação”.






“Elevação”.

Ainda, que não houvesse simpatia
Para com a minha pessoa,
Lembrarei de cada um...
Que eu me aproximei
E se distribui afeição e palavras
Pode ter certeza, foi com amor
E paz dentro do coração.
Para mim, viver desta maneira
Os meus sentimentos...
Fez-me, sentir na alma
Também a “Elevação”.
Autoria: Lucia Barros.
(Maria Lucia de Barros Gomes.)


O poema vem apresentando, o momento da vida que todos passam
Em algumas circunstâncias; De pessoas para pessoas...
No qual  cada um, com seus sentimentos, tardam a reciprocidade do amor
Aquele que Deus, o deu condições de contribuir  para uma vida melhor
Cheia de caridade e docilidade, prazerosa da paz...
Sem sentimentos odiosos, ou antipatias momentâneas
Que abatem todas as simpatias, e elevação espiritual
E carnal do ser humano
O "Ser amor."
Lucia Barros.