segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Águas



Águas:

Água viva, água da vida.
Água límpida
Água nossa...
Um amor de água
Que limpa e purifica...
Água é vida, água viva,
Água da vida.

Os olhos que te olham...
As mãos que te tocam...
Admiram-te, que alegria ao te ver...


Ao banhar-se e ao beber...
Quanto mais abundante melhor
Seja quente ou fria...
È bom para a pele e o corpo...
Traz vida e traz prazer...

Águas das cachoeiras
Vem descendo como um véu
Alva corre nas pedras pro manancial...
Toda fortaleza, enorme é tua beleza,
Cristalina dispondo sua leveza...
Lá nos brejos sobre os arrozais...
Nos plantios águas abençoadas...
Pelos caminhos retos e curvas dos
pantanais...

Água doce água de sal...
Dos mares e suas ondas bonitas...
No vai e vem dos barcos das canoas
dos navios...
Águas às vezes mansas, às vezes
brutais...
Água da chuva que desce do céu
Preenche as minas, represas e açudes...
Saciando a sede do ser humano
Dos vegetais, da criação e dos animais...

Dos frutos em seu pomar...
E também o suco da cana dos
canaviais...
Água vitoriosa, sobre o verde que
vivifica as matas...
Águas que vem de seus leitos
E que brota ate das rochas...
Deságua na terra sedenta...
Água viva, água da vida.
Esperamos que jamais você se finda.
Lucia Barros.

4 comentários:

  1. parabens sao lindos seus poemas , lindo dia pra vc querida , continue sempre assim linda por dentro e fora .bjs ..

    ResponderExcluir
  2. Água da chuva
    Água do mar
    Água que vem e me leva
    Água-doce de amar. . .

    ResponderExcluir
  3. Linda e sábia poesia! Ameiiiiiiiiiii
    Beijos

    ResponderExcluir