terça-feira, 12 de janeiro de 2016

Amor da juventude

Amor da juventude



Amor da juventude
É o amor,  inocente
Que busca...
O amor para sempre.

É a alegria efervescente
É a perda das horas...
O medo da perda.

Aproximação sem disciplina
Amor, louco e doente 
Amor da juventude
É um fogo caliente.

Aprendizes do ciúmes
Das brigas com revoltas
Que na paixão e carinho
Sempre, tem volta.

É o linguajar das palavras:
libertinas...
Que logo se conserta
O ditado da boca...
Meu bem, meu amor 
E sob um beijo, se completa.

Empolgações de momentos,
inesquecíveis...
Que não cansam, as pálpebras
É a força do corpo
Euforia, romantismo.


Quando se desprendem...
Fazem falta, o afeto
Chegarão até a sonhar.

A querência
A proteção
Imaginações, absurdas...
Do amor sem fim
Do eu vou...
Para sempre,
Te amar.

Amor da juventude
Quem nos dera...
Este amor, jamais
se acabar. 

Final felizes, ainda existem
Para quem deseja o seu amor
E podem se respeitar.

Lucia Barros. 







Nenhum comentário:

Postar um comentário