domingo, 20 de março de 2016

O outono de Deus





O Outono de Deus

O outono de Deus
Chegou, harmonizando...
Surgem as folhas secas
Nas ruas e nos campos.


Elas, voam rasteiras pelo chão
Caindo lentamente das arvores.
Chegando, até nós. 

Enfeitando os bancos
Os asfaltos que estamos a pisar...
Formando, um tapete colorido
Para o nosso olhar...

Fluem, junto as transparências das águas
Misturam-se com as pessoas
Pássaros e animais.

Outono abençoado
Criatividades, em artes...
Enfeitam os livros...
Folhas, frutos para embelezar.

Folhas secas do outono

Os leitos antigos...
Foram, feitos de ti
Para o sono do justo
E o sonhar.

É, o outono é perfeito
Quantas são as sutilezas
E ternuras que vêm propagar...

Envolvendo as pessoas...
Vai, preenchendo de gratidão
E alegrias de par, em par.

Poema de: Lucia Barros
 (Maria Lucia de Barros Gomes.)


 





Nenhum comentário:

Postar um comentário