sexta-feira, 29 de julho de 2016

Mãe terra do agricultor:




Blog Oficial Lucia BARROS. 

Mãe terra do agricultor:
Mãe terra:

PH: Maria Lucia de Barros Gomes.
28/7/2016


Este poema vem falando: da produtividade da terra e o trabalho do agricultor e do amor da poetisa, pela natureza. 


Mãe terra do agricultor

Esta é a terra:
Que “Deus” formou
Para o homem criar os seus animais...
Plantar, produzir e colher.
A terra é boa para caminhar...
Terra de campos de flores
De frutos e vegetais...
Olhá-la é maravilhoso
As flores são diversas...

Há terra e terras de várias cores
A gente... pode admirar...
O amor por ela me é constante.
O ar tão livre...
E é da terra quê ao olhar o céu
Que parece tão próximo...
Dá vontade de tocar nas nuvens
Mas como não posso.

Então, decifro os seus contornos, desenhando-as
A minha própria imaginação...

Esta é natureza que me aviva, a esperança.
E sei que avivam as esperanças de muitas pessoas,
Aumentando a fé... 

Terra dominadora da Bonança...
Alimenta os povos pelas mãos do agricultor
Trabalho, duro, de sol a chuva.

Máquinas e mãos no arado
Dominando o próprio cansaço
Derramando o suor pelo corpo
A dignidade deste povo humilde
Está no trabalho...
Este é povo bem aventurado.

A terra que faz o homem crescer
Dando longos passos...

Sementeiras, faz brotar de todas as formas
E abraça o ser humano
Porque da terra Deus criou o homem
E homem, a terra lavra...
Para a agricultura, crescer e se expandir no mundo...

Para abençoar a mesa de todos os familiares...
Mãe terra do agricultor, o que dizer;
Há terra! Licença, para lhe tocar...
Das mãos que lhe tocam...
Que lhes toquem... Com muito amor.

Autora: Lucia Barros.



2 comentários:

  1. Belo poema poetisa Lucia eu conheço alguns amigo que deveria ler este poema eu tenho certeza que depois que eles lessem esse poema eles iriam rever os seus conceitos!

    ResponderExcluir
  2. Obrigada poeta Nelson, sempre nos é bom rever os nossos conceitos e a forma de viver.

    ResponderExcluir