Traduzir o Blog de Lucia Barros

sexta-feira, 8 de junho de 2018

Em uma xícara de café quente.


Em uma xícara de café quente.

Agora eu não quero, lua
Eu só quero o tempo...
O verdadeiro, tempo
O ar, as nuvens, girando...
Noite fria, céu cinzento, inteiro e alto céu
Adentrando, cada um dos sentimentos.
Sentir na alma pura
O chuviscar que vem de fora
E olhar dá vidraça dá janela
Sem perder se quer, nenhum
Dos doces, os mais lindos, momentos.
Transmitir, naturalmente, um brilhar
Do fundo dás meninas dos olhos...
Deixando soar o falar dos lábios
E ver as letras já soletradas
Indo em direção...
Ao lindo e meigo, diário ao lado.
Adoçando o paladar...
Em uma xícara de café quente.
Lucia Barros.
poetaluciabarros@gmail.com
(todos os diretos reservados.).
Exceto a imagem do Google.

Nenhum comentário:

Postar um comentário