terça-feira, 1 de novembro de 2011

Sinceridade


Sinceridade

Que  bom é ir e vir
Falar e sorrir...
Chorar e ate poder pedir
E saber como é maravilhoso,
Esse nosso existir...


Tendo a sinceridade
Em atos de bondade e
Deixar fugir toda maldade...
Estando longe, de qualquer crueldade
E ao se deitar no leito
O sono se embala leve...
Assim deixar vir os sonhos
E sonhar até mesmo acordado...
Se for um bom sonho ele fica,
Se for sonho ruim!
É só mandar embora.
Para não ser incomodado.


Bom é amar a Deus
E ao próximo como a si mesmo
Mesmo se formos machucado...
Deus limpa a eira e também a estribeira,
Sabendo que tudo se pode...
Desde que o bem viva sempre .
Do nosso lado.


Fazendo sempre o possível, para o melhor...
O que é para ser vai ser...

Vivendo na sinceridade...
Tudo já nos é confirmado.


Lucia Barros.



2 comentários:

  1. Sinceridade, linda palavra, assim como a sua poesia...
    Ser sincero é nobre, é honra e caráter...
    Muito bom amiga, parabéns!!!

    ResponderExcluir