segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Eternamente, vida.



Eternamente, vida.

A maior força da vida
Amar o seu criador
Amar-se como a semelhança que somos nós...
Valorizando-nos no quê podemos fazermos de bom.

Amar-nos de tal forma muito abençoada, para que possamos amar ao próximo
Como a nós mesmos.
Olharmos, nos nossos próprios olhos e feição, admirando-nos com alegria
por poder sermos escolhidos para nascer e renascer a cada dia.
Fazendo o melhor para a nossa vida espiritual, corporal e terrena.
Com a força e virtude, agradecendo a cada amanhecer,entardecer e anoitecer.
E mesmo que apareçam obstáculos...
Pedir força para se viver.
Olhando para a natureza, criaturas e humanidade
E para o céu em sua singeleza de Deus grande, proeza.
Porque a cada dia nasce uma vida,
Porque a cada dia...
Uma vida aqui fica
E outra vida se vai...
Porque somos nós, todos juntos...
Eternamente, vida.

Poeta Lucia Barros.
Direitos autorais reservados a Poeta Lucia Barros.

4 comentários:

  1. Minha amiga, como sempre seu trabalho chama muita a nossa atenção pela expressão da sensibilidade exposta nele, parabéns pelo belo trabalho. Saudações literárias.

    ResponderExcluir
  2. Obrigada Poeta Escritor Leandro Campos Alves
    Feliz por lhe ver presente aqui no Blog.
    Parabéns também com os seus trabalhos maravilhosos
    E as suas escritas, belas que fazem bem a vida.
    Tudo de bom para você e muitas felicidades.

    ResponderExcluir
  3. Belas palavras e magnifica inspiração. Uma feliz semana

    ResponderExcluir
  4. Obrigada POESIAS SENSUAIS E CONTOS
    Volte sempre...
    Felicidades a você também.

    ResponderExcluir